Alemanha com força máxima contra Espanha, uma das fortes candidatas ao título

alemanha x espanha

A caminho da Rússia, a atual campeã mundial terá um osso duro pela frente e por isso mesmo, para esta partida contra a Espanha, o técnico Joachim Löw vai se valer dos seus jogadores mais experientes.

O treinador contará com um eixo formado por campeões mundiais: Boateng e Hummels na defesa, Kroos, Müller e Özil no meio campo. Na ausência de Neuer, ter Stegen será o goleiro titular.

Emre Can não estará à disposição por conta de dores nas costas e Sebastian Rudy foi dispensado temporariamente (até domingo): sua esposa está na fase final de sua gravidez. Löw confirmou ainda que a formação da equipe que vai enfrentar o Brasil poderá ser diferente daquela que vai jogar contra a Espanha.

Mesmo tendo Timo Werner como atacante titular, o técnico alemão disse ainda que tanto Mario Gomez como Sandro Wagner terão oportunidade de participar dos dois amistosos. Entretanto, a tendência de Löw é levar apenas um atacante de ofício para a Copa do Mundo.

Espanha

Já a Espanha quer demonstrar toda sua força tanto contra a Alemanha nesta sexta-feira quanto contra a Argentina quatro dias mais tarde e, de quebra, confirmar que é uma das fortes candidatas à conquista do título.

“São jogos que irão exigir tudo de nós. As conclusões que vamos tirar depois destas partidas são importantes mas não definitivas. Vamos ter respostas a algumas questões que ainda estão em aberto”, declarou o técnico Julen Lopetegui que assumiu o time após a eliminação nas oitavas de final da Eurocopa 2016 e liderou “La Fúria” tranquilamente durante a fase eliminatória da Copa.
Assim como Löw, Lopetegui tem um problema de luxo: formar um time homogêneo de um elenco de 40 jogadores que sejam capazes de fazer frente aos outros favoritos. Em 2014 a Espanha nem passou pela fase de grupos, mas ostenta agora uma mescla de jogadores experientes com alguns jovens talentos como Saul e Koke. Entretanto, algumas vozes críticas se fizeram ouvir: poucos entendem as ausências de Javi Martinez e Alvaro Morata.
Alemanha: ter Stegen (Barcelona/25 anos /18 jogos pela seleção) – Kimmich (Bayern Munique/23/25), Boateng (Bayern Munique/29/68), Hummels (Bayern Munique/29/62), Hector (Colônia /27/35) – Gündogan (Manchester City/27/22), Kroos (Real Madrid/28/80) – Müller (Bayern Munique/28/89), Özil ( Arsenal/29/88), Draxler (Paris St. Germain/24/40) – Werner (RB Leipzig(22/10). – Técnico: Löw

Espanha: de Gea (Manchester United/27 anos /25 jogos pela seleção) – Carvajal (Real Madrid/26/13), Pique (Barcelona/31/94), Sergio Ramos (Real Madrid/31/149), Jordi Alba (Barcelona/29/58) – Isco (Real Madrid/25/25), Koke (Atletico Madrid/26/36), Iniesta (Barcelona/33/123) – Silva (Manchester City/32/118), Diego Costa (Atletico Madrid/29/18), Asensio (Real Madrid/22/8). – Trainer: Lopetegui

Juiz: William Collum (Schottland)

Local e Horário: Düsseldorf, 16:45

Na TV:  ESPN Brasil, com Paulo Andrade, Paulo Calçade e Gerd Wenzel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *