Após início desastroso no “Alemão”, Schalke ainda se surpreende com pouco público na sua volta para Champions   

A Veltins Arena nunca recebeu um jogo da Champions League com um público tão baixo como na última terça-feira, quando o Schalke empatou em 1 a 1 com o Porto. Apenas 45.775 torcedores viram em primeira mão a volta dos azuis reais ao maior torneio de clubes da Europa. Esse baixo número de espectadores pode ser explicado de três maneiras.

Durante a etapa complementar da partida entre Schalke e Porto, o público presente oficial foi anunciado: 45.775 pessoas. Nunca antes, em uma partida válida pela Champions League, um público tão baixo compareceu para ver o retorno dos Azuis Reais, após três anos e meio ausente, à maior competição de clubes da Europa.  Houve apenas outras quatro partidas do Schalke com menor público em um torneio europeu: todas válidas pela Liga Europa.

Pela temporada 2015/16, 42.447 espectadores compareceram no triunfo do Schalke por 4 a 0 sobre o Asteras Tripolis; 43.117 estiveram na vitória por 1 a 0 sobre o APOEL; e 45.308 torcedores assistiram à derrota por 3 a 0 para o Shakhtar Donetsk pela fase intermediária do torneio.  O menor público presente em uma partida européia foi no dia 3 de novembro de 2016: 42.210 torcedores viram a vitória dos anfitriões por 2 a 0 sobre o Krasnodar.

Três motivos podem explicar a queda da público pagante na Veltis Arena. O primeiro é o ambiente desanimador provocado pelo péssimo início no Campeonato Alemão, embora o diretor de esportes Christian Heidel negue essa possibilidade: “A chance disso acontecer é de 0,0%”. Mas pode-se dizer que a torcida do Schalke tem o bom senso de não mostrar indiferença em relação ao seu clube.

Horário da partida desanimou o torcedor?

Outra explicação seria o início tardio da partida. Os jogos da Champions League agora começam às 21 horas na Alemanha, o que favorece a comercialização da mais renomada competição europeia, porém pode desanimar o torcedor. “Agora, mais do que nunca, sabemos de onde vêm os torcedores do Schalke”, disse Heidel.

Deve-se levar em conta também que o nome “Porto” não é o bastante para chamar a atenção do público para o confronto, apesar do clube português ter sido campeão europeu em 2004, após bater o Mônaco por 3 a 0 na final, realizada justamente em Gelsenkirchen, além de ser uma presença constante na competição.

Ingressos esgotados para o duelo com o Galatasary

No caso do Galatasaray, a situação é bem diferente. É gigantesco o interesse pelo jogo, que será realizado  no dia 24 de outubro, às 21 horas. A venda de ingressos está esgotada, uma vez que há muitos torcedores turcos que moram no Vale do Ruhr ou próximos à região.

A torcida do Schalke pode se animar um pouco mais com o jogo contra o Lokomotiv Moscou, por conta de Benedikt Höwedes e Jefferson Farfan, pela última rodada da fase de grupos. Os dois jogaram durante muito tempo no time dos azuis reais. Para esse confronto, que será realizado às 19:00 (horário da Alemanha) no dia 11 de dezembro, a expectativa é de que o Schalke avance na competição. “O estádio vai estar lotado para essa ocasião”, garante Heidel.

Para conhecer melhor o Schalke, confira a coluna: Schalke 04, o que se passa? Está em: https://www.dw.com/pt-br/schalke-o-que-se-passa/a-45546561

De kicker.de

Tradução: Rodrigo Wenzel

RW_ass_email (1)

 

 

 

 

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *