Após vexame na Champions, Dortmund perde em casa para ameaçado de rebaixamento, ‘esquece’ título e segue atolado na crise

auba no chaoQuando vai acabar a crise no Borussia Dortmund? Ao menos hoje é que não será.

Jogando no Estádio Signal Iduna Park, a equipe aurinegra bem que tentou, chutou, pressionou, mas acabou derrotado por 2 a 1 para o ameaçado ao rebaixamento Werder Bremen, em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Alemão. Eggestein e Gebre Selassie marcaram para os visitantes, enquanto que Aubameyang descontou para os mandantes.

O quinto revés no torneio nacional vem poucos dias depois da confirmação do vexame histórico na fase de grupos da Uefa Champions League, onde terminou com apenas dois pontos no grupo A, que também continha Real Madrid, Tottenham e Apoel – a equipe cipriota fez a mesma pontuação que o Dortmund e só ficou em último por conta do pior saldo de gols.

Com a derrota, os aurinegros chegaram a nove jogos sem uma vitória sequer em partidas oficiais na temporada. Eles não sabem o que é um triunfo desde o dia 24 de outubro, quando golearam o pobre Magdeburg por 5 a 0, pela Copa da Alemanha.

Para piorar ainda mais a crise, o Dortmund segue estacionado na sétima colocação do Campeonato Alemão, com 22 pontos, fora da zona de classificação para qualquer torneio internacional. O Bayern de Munique, líder, venceu sua partida contra o Frankfurt e fez os rivais amarelos ficarem a 13 pontos do topo e “esquecerem” a oportunidade de título.

Já o Bremen, com a vitória, chegou a 14 pontos consegue respirar um pouco mais no Nacional, mas segue dentro da zona de rebaixamento – na parte de playoffs, onde enfrenta o terceiro colocado da segunda divisão.

Na próxima rodada, terça-feira, às 17h30 (de Brasília), o Dortmund volta a campo fora de casa, diante do Mainz. Já o time alviverde também volta a jogar longe de seus domínios, contra o Leverkusen, no mesmo horário, mas um dia depois.

por espn.com.br / revisão de Gerd Wenzel

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *