Bayer Leverkusen: cadeira de Sami Hyypia balança mas (ainda) não cai

foto sami hyypiaA pressão sobre o técnico Sami Hyypia (foto) aumenta à cada rodada da Bundesliga. O empate na própria casa com o Eintracht Braunschweig realimenta os boatos sobre sua eventual demissão. Ao final do primeiro turno o time ocupava a vice-liderança e a classificação direta para a fase de grupos da Champions League parecia certa. Agora, faltando apenas seis rodadas para o término da temporada, até a vaga para a fase de play-offs da Champions está ameaçada. Wolfsburg, Borussia M’Gladbach e até o pequeno Mainz 05 estão fungando no cangote do Bayer Leverkusen que teve uma apresentação deprimente contra o “lanterna” Braunschweig. Se o time da “aspirina” perder o seu próximo compromisso diante do Hamburgo, Sami Hyypia poderá perder seu emprego. Falta ao ex-jogador e recém-formado técnico experiência no cargo que ele poderia adquirir se tivesse ao seu lado um assistente competente, o que atualmente não é o caso.

Além disso, as aquisições de jogadores para a atual temporada foram um redondo fracasso: Hilbert, Donati, Son, Derdyok e Guardado, todos contratados recentemente, são apenas jogadores medianos e nada mais. Acrescente-se a isto que até agora o técnico Sami Hyypia não conseguiu encontrar um sistema ideal de jogo para os protagonistas que compõem o elenco e pode se chegar facilmente à conclusão de que os dias do finlandês em Leverkusen estão contados. Se isto de fato acontecer, não será surpresa para ninguém.

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *