Bayern, em crise, culpa imprensa e ameaça processos

coletiva bayernO presidente do Bayern Munique, Uli Hoeness, encontrou a culpada pela crise da equipe, que está apenas em 7º lugar no Campeonato Alemão e também faz campanha irregular na Champions League: a imprensa.

Nesta sexta-feira, o dirigente convocou uma entrevista coletiva e acusou a mídia alemã de “reportagem ultrajante e desrespeitosa”.

Os atuais campeões da Bundesliga, que retornam à ação contra o Wolfsburg, neste sábado, somaram apenas um ponto em suas últimas três partidas, vindo de uma dura derrota por 2 a 0 para o Borussia M’gladbach, em plena Allianz Arena, antes da pausa da data Fifa.

Diversos jogadores da equipe bávara foram criticados por seus desempenhos nos duelos recentes, e vários comentaristas apontaram que estrelas como Manuel Neuer, Jerome Boateng e Mats Hummels hoje são mais problemas que soluções – e não só para o Bayern, mas também para a seleção alemã.

A diretoria bávara reagiu convocando entrevista nesta sexta-feira com o presidente Uli Hoeness, o CEO Karl-Heinz Rummenigge e o diretor esportivo Hasan Salihamidzic, além do técnico Niko Kovac, que está na corda bamba.

“É hora do mais importante clube alemão tomar um posicionamento claro. Não iremos mais tolerar reportagem desrespeitosa e ultrajante”, disparou Hoeness.

“Eu não tenho palavras para comentar o que tive que ler sobre Neuer, Hummels e Boateng. A única coisa que posso dizer é a seguinte: Vocês estão mesmo falando sério?”, questionou Rummenigge.

“Polêmicas já não tem mais limites. Isso vale para a mídia e para os comentaristas, e principalmente para os comentaristas que são ex-jogadores e um dia defenderam esse clube”, completou o CEO, deixando no ar a decepção com fortes críticas feitas por ex-atletas como Lothar Matthäus, que detonou o meia James Rodríguez recentemente.

Rummenigge citou até a Constituição alemã para seguir reclamando.

“A dignidade de todos os seres humanos é inviolável. As leis não devem ser diferentes em se tratando de futebol, ainda mais na imprensa. Nós somos o Bayern Munique e não iremos mais aceitar as coisas dessa forma”, salientou.

O CEO finalizou ameaçando entrar na Justiça contra veículos que publicarem reportagens consideradas imprecisas pelo clube, avisando aos jornalistas para olharem suas caixas de e-mail à procura de uma mensagem dos advogados da equipe caso isso ocorra.

“Hoje é um dia importante, porque estamos informando a vocês que não vamos mais tolerar reportagens depreciativas e desdenhosas. Vamos proteger nosso treinador nossos jogadores e nosso clube. Tudo isso é ultrajante, desrespeitoso e polêmico”, bradou.

por espn.com.br / Stephan Uersfeld / Revisão Gerd Wenzel

Compartilhe

    One thought on “Bayern, em crise, culpa imprensa e ameaça processos

    1. ISSO E UMA FORMA CLARA DE ESCONDER A TOTAL E COMPLETA INCOMPETENCIA SE ESQUIVANDO DA RESPONSABILIDADE SOBRE OS RESULTADOS ATUAIS QUE A EQUIPE ACUMULA ATUALMENTE ,SENDO A RESPONSAVEL DIRETA POR TUDO QUE TA ACONTECENDO COM O BAYERN .SEMPRE FUI FA SEU RUMMENIGGE GRAÇAS A VOCE QUE TORÇO TANTO P. BAYERN COMO A SELEÇAO .MAS PERDE UMA GRANDE CHANCE DE FICAR QUIETO E ACEITAR A VERDADE DOS FATOS ,VOCES NAO TEM A MINIMA CAPACIDADE DE DIRIGIR ESSE CLUBE PORTANTO FORA .

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *