Borussia Dortmund supera arbitragem polêmica, vence clássico com Schalke e segue tranquilo na liderança da Bundesliga

O Clássico do Vale do Ruhr teve todos os ingredientes que dele se espera: momentos de confusão entre jogadores, grandes lances, polêmica de arbitragem, e gols.

Melhor para o Borussia Dortmund, que superou uma marcação de um pênalti bastante questionável da arbitragem e venceu o Schalke 04 na Veltins Arena por 2 a 1, seguindo com tranquilidade na liderança da Bundesliga, vencendo um rival que não batia desde 2015.

O time aurinegro chegou aos 36 pontos, mantendo nove pontos de vantagem sobre o Bayern  Munique , que venceu o Nuremberg e ocupa a segunda posição. O Borussia M’Gladbach, que joga neste domingo, é o atual terceiro colocado, com 26 pontos e, se empatar, ultrapassa o Bayern na tabela.

Já o Schalke 04 está em situação mais complicada, aparecendo apenas na 13ª posição, com 14 pontos em 14 rodadas.

O líder dominou a primeira etapa, mas finalizou apenas uma vez. O lado positivo nisso é que a finalização de Delaney foi certeira, completando de cabeça para a rede a bola alçada na área por Marco Reus.

O Borussia adiantava a marcação e dificultava a saída do Schalke, que só conseguiu levar perigo uma vez para a meta defendida por Bürki, na finalização de Burgstaller.

A torcida da casa ainda ficou na bronca com a arbitragem cobrando a marcação de pênalti na bola que bateu na mão de Witsel. Em dúvida, o árbitro pediu o auxílio do vídeo e entendeu que o toque não foi intencional, com a bola batendo na mão e não o contrário.

Na segunda etapa, porém, uma polêmica ainda maior. Após uma bola alçada na área, Reus usou o corpo na proteção para sair com a bola dentro da área, mas a arbitragem entendeu pênalti em um “pisão” no pé de Harit. Na cobrança, aos 16, Caligiuri empatou.

O time de Dortmund foi para o ataque novamente e voltou a liderar as 28. Sancho começou a jogada, tocou para Guerreiro e recebeu dentro da área. Com calma, ele olhou Fährmann e tocou no canto esquerdo do goleiro. Na comemoração, o jovem jogador se emocionou, já que perdeu um treinamento na semana após o falecimento de um familiar.

Cinco minutos mais tarde Reus teve a chance de ampliar em um lance similar, mas o goleiro Fährmann conseguiu evitar desta vez.

Raphael Guerreiro ainda acertou um chute na trave nos minutos finais, e o goleiro do Schalke chegou a ir para o ataque na na cobrança de um escanteio, mas o placar já estava definido, com a 11ª vitória da equipe de Dortmund, que segue invicto na temporada alemã.

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *