Brasileiro Naldo marca nos acréscimos e decreta empate num confronto épico entre Borussia Dortmund e Schalke 04

naldo gegen bvbQue clássico na Alemanha! Borussia Dortmund e Schalke 04 fizeram um duelo à altura da história do confronto entre as duas equipes. Em um jogo movimentadíssimo até o final, os aur-inegros abriram 4 a 0 no primeiro tempo, mas viram o Schalke reagir de forma impressionante e empatar o confronto no final e terminar em 4 a 4.

O início da partida reuniu a melhor atuação do Dortmund na temporada até então. Empurrado por uma torcida que lotou o Signal Iduna Park, o time foi pra frente e sufocou o Schalke 04 em seu campo de defesa, sem deixar qualquer chance de reação.

Não demorou muito para Aubameyang chegar e deixar a sua marca. Pegando o rebote em defesa do goleiro, o gabonês abriu o marcador e dava mostras do que estaria por vir nos minutos seguintes.

Seis minutos mais tarde chegava o segundo gol. Em cobrança de falta do lado direito, Stambouli tentou afastar a bola mas acabou mandando para o próprio gol, ampliando a vantagem ao Borussia.

O pesadelo do Schalke na primeira etapa se tornaria pior quando menos de dois minutos depois de levar o segundo, quem apareceu foi Mario Götze, aproveitando assistência de Aubameyang e concluindo de cabeça para o gol.

Mas ainda tinha mais. Aos 25, após bela tabela e um chute travado de Aubameyang, a bola sobra para o lateral Raphael Guerreiro emendar uma bomba de primeira e marcar um golaço. 4 a 0 para o Dortmund e uma tarde dos sonhos até então.

Para o Schalke, restava tentar de alguma forma mudar a situação de caos durante o jogo. Ainda durante o primeiro tempo, o técnico Tedesco mexeu por duas vezes e colocou Goretzka e Harit nos lugares de Di Santo e McKennie. Sem sofrer mais gols no primeiro tempo, a ideia era buscar mais chances de gol através do talento de Harit e organizar melhor as jogadas de ataque com Gortzka.

A reação poderia já ter iniciado logo no começo do 2º tempo quando Naldo marcou aos nove minutos, mas o gol foi anulado após pedido do árbitro de vídeo. Ainda assim, era uma demonstração de como o Schalke seria na sequência da etapa final.

Mais tarde não teve árbitro que anulasse o gol de Burgstaller em cabeceio para o gol, deixando o placar em 4 a 1. E assim como o Dortmund fizera no primeiro tempo, o Schalke foi pra cima e marcou logo depois, com Harit aproveitando belo cruzamento de Konoplyanka e dando esperanças de um milagre.

O cenário ficava ainda pior para o Dortmund quando Aubameyang foi expulso e deixou sua equipe com dez em campo.

Quando a partida já se encaminhava para o final, Caliguri fez bela jogada dentro da área, aproveitou-se da má marcação do Dortmund e chutou no canto superior de Weindenfeller, marcando o terceiro.

A partir daí, o Schalke foi para o tudo ou nada em busca de um empate totalmente inesperado após os 45 minutos iniciais. Com sete minutos de acréscimos graças a confusões e às substituições durante o jogo, a equipe teve mais tempo de marcar o quarto. E conseguiu.

Cobrança de escanteio do lado direito e cabeceio fulminante de Naldo, levando à loucura a torcida visitante e transformando a partida em um dos clássicos mais impressionantes de toda a história entre as duas equipes. 4 a 4 com gosto de vitória para o Schalke e sabor amargo de derrota para o Dortmund.

O empate impede o Borussia Dortmund de avançar na tabela e ultrapassar seu rival, ficando na 4ª colocação com 21 pontos. O Schalke é o terceiro, com 24 pontos, ultrapassado pelo Red Bull Leipzig que agora assume a vice-liderança.

 

  • Outros jogos da rodada

 

A próxima partida das duas equipes será no próximo sábado. O Dortmund visita o Bayer Leverkusen, enquanto o Schalke recebe o Colônia em Gelsenkirchen.

Nos outros jogos da rodada, o Leipzig venceu o Werder Bremen em casa por 2 a 0, com gols de Keita e Bernardo, e agora assume o segundo lugar na tabela.

Na zona de Liga Europa, a novidade é o Bayer Leverkusen, que saiu vitorioso do confronto contra o Eintracht Frankfurt fora de casa. 1 a 0, com gol marcado por Kevin Volland.

O Freiburg venceu o Mainz dentro de casa por 2 a 1. Petersen abriu o placar para o Freiburg, e Kath ampliou; Berggreen descontou já nos acréscimos para o Mainz.

Quem também venceu por 2 a 1 foi o Augsburg, que derrotou o Wolfsburg com gols de Gregoritsch e Finnbogason, enquanto Didavi fez para o time dos Lobos.

por espn.com.br / revisão de Gerd Wenzel

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *