Com emoção e homenagens, Podolski faz golaço em despedida, e Alemanha bate Inglaterra

podolski quase 50Lukas Podolski caiu nas graças dos torcedores brasileiros durante a Copa do Mundo de 2014 por sua irreverência. Arriscando-se no português e fazendo diversas brincadeiras, ele passou a ganhar destaque no futebol mundial nos últimos anos principalmente por conta desse perfil. Porém, sua carreira foi mais do que isso. Muito mais.

Para quem duvidasse disso, Podolski fez questão de mostrar, em sua despedida, que foi sim um dos grandes a terem defendido a seleção alemã. Na 130ª e última vez em que vestiu a camisa quatro vezes campeã do mundo, ele se despediu com um golaço, que definiu a vitória por 1 a 0 sobre a Inglaterra, nesta quarta-feira, no Signal Iduna Park, em Dortmund.

Uma despedida dos sonhos para o jogador de 31 anos, que usou a faixa de capitão e foi ovacionado, antes, durante e depois da partida. Mais especial ainda se levar em conta que ele não marcava pela Alemanha havia quase dois anos – o último gol fora em 25 de março de 2015 sobre a Austrália.

Tschö, Poldi

Antes de bola rolar, muita emoção. As palavras ‘Tschö, Poldi’, (tchau, Poldi) puderam ser vistas em diversos pontos da arquibancada, assim como demais cartazes destinados ao atacante e gritos de ‘Lukas Podolski’ por parte dos torcedores. Além disso, teve imagens do jogador em um telão, entre elas brincadeiras durante a Copa de 2014, e um discurso do próprio jogador, que ficou durante toda a homenagem e a execução do hino alemão com olhos marejados.

Com 130 jogos e 49 gols, o atacante é o terceiro que mais atuou e o terceiro maior artilheiro da história da seleção germânica. Ele só foi às redes menos vezes do que Gerd Müller (68) e Miroslav Klose (71). Quanto ao número de atuações, só é superado por Lothar Matthäus (150) e Klose (137).

Com a “Nationalelf”, Podolski disputou quatro Eurocopas (2004, 2008, 2012 e 2016) e três Copas do Mundo (2006, 2010 e 2014). Além do título em 2014, ele ficou no terceiro lugar das Copas de 2006 e 2010 – na primeira, aliás, acabou eleito o melhor jogador jovem do torneio. Além disso, foi vice na Euro 2008.

Um se despede, três recebem as boas-vindas

Enquanto Podolski fez sua última atuação pela seleção alemã, outro atleta fez sua estreia com a camisa quatro vezes campeã do mundo. Um dos destaques do RB Leipzig, o atacante Timo Werner, de 21 anos, foi titular, teve uma atuação discreta e acabou substituído aos 31min do segundo tempo por Thomas Müller. Do lado inglês, dois debutantes: o zagueiro Michael Keane foi titular, e o atacante Nathan Redmond entrou na etapa final.

Inglaterra para na trave e em Ter Stegen

Quando a bola rolou, a empolgação pelo adeus a Podolski passou longe de se refletir em campo. Em um primeiro tempo pouco empolgante, a Inglaterra se portou melhor e teve as melhores chances, com destaque para dois lances, enquanto os donos da casa sequer assustaram. Aos 31min, Lallana disparou sozinho pelo campo de ataque, ficou de frente para Ter Stegen e finalizou rasteiro na trave. Dez minutos mais tarde, Alli foi acionado na área e, cara a cara com o goleiro, parou em boa defesa do atleta do Barcelona.

Brilha a estrela da noite

A Alemanha finalmente levaria perigo aos 3min da etapa final. Após Hart socar a bola em cobrança de escanteio, Brandt finalizou de fora da área e mandou rente à trave direita da meta adversária. A resposta inglesa veio aos 10min, quando Dier chutou de dentro da área e viu Ter Stegen fazer bela defesa. Bastante agitado, o segundo tempo era totalmente diferente do primeiro.

Parecia que o jogo se encaminhava gradativamente para o seu clímax, que ocorreria aos 24min. Schürrle recebeu de Kroos no campo de ataque e ajeitou com estilo para Podolski soltar uma pancada no ângulo. Um golaço e muita festa para Podolski. A festa se repetiria aos 39min, quando, em meio a lágrimas de torcedores, Podolski foi substituído e deu seus últimos passos no gramado como jogador da seleção alemã.

Próximo compromisso

Agora, as duas seleções irão a campo novamente às 13h (de Brasília) de domingo, pelas eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2018. A Alemanha enfrentará o Azerbaijão fora de casa, enquanto a Inglaterra receberá a Lituânia.

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *