Com má arbitragem, Borussia Dortmund segura pressão e rouba 3º lugar do Hoffenheim

reus gegen hoffenheimCom o título da Bundesliga nas mãos do Bayern de Munique, e as vagas já garantidas para a próxima Champions League, Borussia Dortmund e Hoffenheim se enfrentar neste sábado de olho na vaga direta para a fase de grupos no torneio continental.

No Signal-Iduna-Park, com direito à muita polêmica de arbitragem, os donos da casa levaram a melhor e venceram por 2 a 1, com gols de Reus e Aubameyang, que tornou-se o jogador a mais gols marcar em uma temporada com o Borussia, e Kramaric diminuindo para os visitantes.

Foi o 37º jogo de invencibilidade do Borussia jogando ao lado de sua torcida no Campeonato Alemão, a 30ª vitória. O resultado deixa o time de Dortmund com 60 pontos e a terceira colocação e, no momento, com a vaga direta para a Champions. Já o Hoffenheim foi ultrapassado e, com 58 pontos, aparece na quarta posição, que o leva para a fase de playoffs do torneio europeu.

O Borussia Dortmund não demorou para abrir o placar, mas o lance foi apenas o primeiro de uma série que valeriam reclamações por parte do Hoffenheim. Logo aos 3 minutos, Castro lançou Reus que, em posição irregular, invadiu a área e tocou na saída de Baumann. Os jogadores do time visitante reclamaram muito com o auxiliar, mas o gol foi validado.

Este não foi o único erro da primeira etapa. Aos 12, Reus recebeu uma bola pelo alto e dominou com auxilio do braço. Ao tentar o cruzamento, a bola bateu na mão de Kaderabek, dentro da área. Pênalti marcado e muita reclamação por conta do domínio de Reus. Na cobrança, porém, Aubameyang mandou para fora.

As reclamações seguiram no segundo tempo e o time de Hoffenheim saiu de Dortmund com a clara impressão de que o resultado teve a influência da arbitragem.

No segundo tempo o Hoffenheim tentou se lançar para o ataque para buscar o empate que lhe devolveria a terceira colocação. Aos 10, Demierbey tentou de longe e parou nas mãos de Burki.

O Borussia respondeu com Reus pegando de primeira o cruzamento de Sokratis, e só não ampliou por causa da bela defesa de Baumann. Mas a bola ficava nos pés dos visitantes, e o Dortmund corria muito risco com a vitória pelo placar mínimo.

O Hoffenheim ia para cima, enquanto o Dortmund recuava, mas Aubameyang iria se redimir. Aos 37, Piszczek cruzou, Guerreiro desviou e mandou a bola na trave. Na volta ela ficou livre para o gabonês empurrar para o fundo do gol e marcar pela 28ª vez no campeonato, um recorde para o time do Borussia.

O gol parecia definir o confronto, mas o Hoffenheim voltaria para a partida graças a um pênalti de Ginter em Sandro Wagner, que Kramaric, aos 41, converteu para manter as esperanças da equipe visitante.

Na sequência

Na próxima rodada, a penultima do campeonato, o Borussia viaja para encarar o Augsburg, no sábado, às 10h30 (de Brasília). Já o Hoffenheim, no mesmo dia e horário, vai encarar o Werder Bremen, também fora de casa.

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *