Dortmund bate Bayern em Munique e vai à final da Copa da Alemanha

Duas viradas, lei do ex sendo aplicada e muita emoção. Em um clássico memorável, o Borussia Dortmund venceu o Bayern de Munique por 3 a 2, em plena Allianz Arena e se classificou à final da Copa da Alemanha.

Marco Reus abriu o placar para os visitantes após falha de Javi Martínez, que se redimiria e empataria o jogo. Mats Hummels, ex-Dortmund, virou e não comemorou. Na etapa final, Pierre-Emerick Aubameyang e Ousmane Dembélé definiram a vitória dos aurinegros.

Agora, o Borussia Dortmund decidirá o título da competição com o Eintracht Frankfurt, que bateu o Borussia Mönchengladbach nos pênaltis, na terça-feira, após empate por 1 a 1. A final será no Estádio Olímpico de Berlim, em 27 de maio.

Agora, as duas equipes irão voltar a campo no próximo sábado pelo Campeonato Alemão. O Bayern de Munique visitará o Wolfsburg na Volkswagen Arena, às 13h30 (de Brasília), com chances de conquistar o título. Se o RB Leipzig não tiver vencido o Ingolstadt, em casa, mais cedo, o time bávaro ficará com o pentacampeonato se ganhar sua partida. Já o Borussia Dortmund receberá o Colônia no Signal Iduna Park, às 10h30.

Martínez ‘vilão-herói’ e lei do ex

GETTY

Javi Martínez cabeceia para empatar o jogo
Javi Martínez cabeceia para empatar o jogo

Os aurinegros quase abriram o placar logo aos 4min, quando Guerreiro foi lançado na esquerda e cruzou rasteiro de primeira para Aubameyang, que finalizou mal e viu a bola sair à esquerda da meta. A resposta do Bayern veio aos 13min, quando Ribéry escapou bem da marcação na área, chutou, e Bürki rebateu. Na sequência do lance, a bola acertou o braço de Weigl dentro da área, e Vidal finalizou para fora.

Depois de uma boa ocasião para cada lado, os visitantes abriram o placar aos 19min graças a uma falha feia individual. Javi Martínez recuou mal, Guerreiro interceptou, finalizou, Ulreich defendeu e a bola acertou a trave. No rebote, Reus estufou a rede e fez seu quatro gol em quatro jogos desde que retornou de lesão. O espanhol, porém, se redimiria nove minutos mais tarde. Em cobrança de escanteio de Xabi Alonso, Javi Martínez cabeceou no meio, Bürki foi mal e não conseguiu fazer a defesa.

GETTY

Hummels não comemorou ao marcar contra o Borussia Dortmund
Hummels não comemorou ao marcar contra o Borussia Dortmund

O gol embalou os donos da casa. Guerreiro até assustaria com uma cobrança de falta sobre o gol aos 30min, mas eram os mandantes que atacavam com maior frequência e perigo. Aos 37min, Vidal concluiu, com desvio de Castro, por cima da meta. No minuto seguinte, Javi Martínez acertou a trave em novo cabeceio após cobrança de escanteio.

Neste cenário, a virada sairia aos 41min. Ribéry foi lançado por Xabi Alonso, encarou a marcação e cruzou rasteiro para Hummels finalizar de primeira e marcar. Por ter atuado entre 2008 e 2016 no Dortmund, o zagueiro não comemorou o gol. O terceiro ainda quase saiu nos acréscimos, mas Lewandowski, que ficou cara a cara com Bürki, parou no goleiro.

Auba e aula de contra-ataque: nova virada

GETTY

Reus e Aubameyang marcaram contra o Bayern de Munique
Reus e Aubameyang marcaram contra o Bayern de Munique

Na volta do intervalo, Tuchel mexeu no Dortmund: Durm entrou na vaga de Castro. O jogo seguiu agitado e com as duas equipes alternando descidas ao ataque, mas o Bayern seguia assustando mais. A melhor chance viria aos 18min, quando Bürki errou na saída com os pés, e Robben ficou livre na área, sem goleiro. Porém, havia Bender, que desviou em cima da linha e viu a bola acertar a trave.

Seis minutos de escapar do terceiro gol, o time aurinegro ainda conseguiria o empate. Dembélé levantou da direita, e Aubameyang, sozinho na pequena área, só teve o trabalho de completar de cabeça.

Aos 29min, o Dortmund conseguiria a virada com um contra-ataque impecável. Após Lahm ser desarmado, Reus disparou para o campo de ataque, tocou para Guerreiro, recebeu de volta e deixou na área para Dembélé, que escapou da marcação e viu sua finalização acertar o travessão antes de entrar.

Os mandantes até foram para cima e tiveram chances de empatar. Robben chutou perto do ângulo após sua jogada característica (avanço pela direita e corte para o meio), Lewandowski parou em grande defesa de Bürki… De nada adiantou. O Borussia Dortmund conseguiu frustrar a Allianz Arena.

espn.com.br

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *