Hoffenheim arranca empate do campeão e Marco Reus derruba o Stuttgart

foto pizarroEm seu primeiro jogo como novo campeão alemão da temporada 2013/2014, o Bayern Munique foi surpreendido pelo modesto Hoffenheim que conseguiu a proeza de arrancar um empate dos bávaros em plena Allianz Arena. É verdade que o time comandado por Pep Guardiola jogou bastante modificado: para decepção da torcida o técnico mandou um “mistão” a campo e o resultado foi o que se viu: um Hoffenheim atrevido que abriu o placar ainda na etapa inicial através de Modeste. O Bayern foi obrigado a começar jogar sério e conseguiu virar com dois gols de Pizarro (foto) e um de Shaquiri – tudo isso no primeiro tempo. Quando todos pensaram que o placar de 3 a 1 liquidaria os ânimos do Hoffenheim, o meio campista Salihovic, através de uma cobrança de falta perfeita, marcou o segundo gol dos comandados de Markus Gisdol. Com o placar de 3 a 2 o árbitro Cristian Dingert encerrou o primeiro tempo.

Na segunda etapa, o jogo continuou de igual para igual, com o Hoffenheim encarando o Bayern Munique sem medo e obrigando o goleiro Starke a fazer boas intervenções. Os bávaros passaram a administrar o resultado e isto lhes custaria caro porque na fase final do confronto Roberto Firmino e cia. aumentaram a pressão sobre a defesa do campeão. Após uma rebatida esquisita do goleiro Starke, a bola acabou chegando a Firmino que levou a melhor sobre Dante e Rafinha e fuzilou: 3 a 3, placar final.  Foi o primeiro empate conquistado pelo Hoffenheim na Allianz Arena que, de quebra, acabou com uma série de 19 vitórias consecutivas do Bayern Munique.

foto reus 3Em Stuttgart, a equipe comandada por Huub Stevens estava com a faca e o queijo na mão: começou de forma fulminante e vencia por 2 a 0 com gols de Gentner e Harnik. A partir daí, os auri-negros começaram a tomar conta do jogo e diminuíram ainda no primeiro tempo através de Reus: 2 a 1. Na etapa complementar então só deu Borussia Dortmund, ou melhor – só deu Marco Reus (foto). Após uma bomba na trave de Robert Lewandowski,  o jogo ganhou em intensidade. Logo depois, o polonês foi derrubado dentro da grande área e Reus converteu a penalidade máxima: 2 a 2. Com um jogador a menos (Niedermeier foi expulso) os “suábios” não resistiram e no fim do jogo ainda sofreram o terceiro gol, mais uma vez através de Marco Reus – “o craque do jogo”.

Confira aqui os resultados das partidas deste sábado e a nova tabela de classificação. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *