Hoffenheim quebra tabu e, pela primeira vez em sua história na Bundesliga, vence o Bayern

kramaric gegen bayernDepois de mais de quatro meses, o Bayern Munique voltou a conhecer o sabor da derrota. Nesta terça-feira, o Hoffenheim bateu os bávaros por 1 a 0 na Rhein-Neckar-Arena, em Sinsheim, pela 27ª rodada da Bundesliga.

Sem Neuer, lesionado, o goleiro reserva Ulreich não conseguiu espalmar um chute defensável de Kramaric, que anotou o único gol da partida. Foi o primeiro triunfo da história do Hoffenheim sobre os vermelhos de Munique.

Com o resultado, o Bayern segue isolado na liderança da competição, com 65 pontos, mas pode ver a diferença cair. Segundo colocado, o RB Leipzig tem 13 pontos a menos e ainda joga na rodada. Já o Hoffenheim está na terceira posição, com 51 pontos – um a mais que o Borussia Dortmund.

Os comandados de Carlo Ancelotti vinham de sete vitórias consecutivas, sendo cinco delas pela Bundesliga, e não sabiam o que era perder desde 23 de novembro de 2016. Naquele dia, foram derrotados pelo Rostov na Champions League. Na competição nacional, o último resultado negativo foi também em novembro, contra o Borussia Dortmund.

O Hoffenheim, por sua vez, chega a sete jogos de invencibilidade e ainda está invicto em casa no Campeonato Alemão.

Os atletas de Julian Nagelsmann foram melhores na primeira etapa. Logo com um minuto de jogo, Kramaric invadiu a área e só não abriu o placar porque o brasileiro Rafinha salvou o Bayern. Antes dos 10 minutos, os donos da casa ainda perderam mais duas chances claras, com Amiri e com o próprio atacante croata.

Aos 20 minutos, porém, a superioridade alterou o placar. Kramaric viu a bola pingando na entrada da área e emendou o chute dali mesmo: pegou na veia. A finalização não foi tão bem colocada e Ulreich chegou inteiro na bola, mas não conseguiu espalmar: 1 a 0 para o Hoffenheim.

SIMON HOFMANN/GETTY IMAGES

Coman lamenta na partida entre Bayern e Hoffenheim
Coman lamenta na partida entre Bayern e Hoffenheim

Os mandantes quase ampliaram aos 40, quando Wagner recebeu de Kramaric e só parou na boa defesa do reserva de Neuer.

O Bayern de Munique teve a melhor chance aos 44: Lewandowski apareceu na pequena área e completou o cruzamento de Coman no travessão.

Os líderes do campeonato voltaram mais acertados na segunda etapa e quase empataram aos oito minutos. Lewandowski recebeu na área e bateu para boa defesa de Baumann.

Aos 27, Ribery até levou perigo em finalização forte da entrada da área, mas a bola foi desviada em escanteio.

Aos 45, Hummels teve chance na cara do goleiro, mas chutou mal e Baumann defendeu com o peito. Os comandados de Carlo Ancelotti martelaram muito, mas esbarraram na firme defesa adversária e também na falta de pontaria. Nem mesmo a grande pressão nos minutos finais foi capaz de alterar o marcador.

por espn.com.br 

.
Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *