John e Anthony Yeboah: mesmo sobrenome, mas nenhum parentesco

john yeboahNa derrota por um 1 a 0 para o Borussia Dortmund no último sábado, John Yeboah pôde comemorar sua estreia na Bundesliga pelo Wolfsburg. Yeboah? Esse nome faz muitos fãs do futebol alemão se lembrarem do lendário Anthony Yeboah, astro do Eintracht Frankfurt nos anos 90. Porém os dois não são parentes, apesar de John acreditar que havia uma ligação até pouco tempo atrás. Sua mãe acabou explicando o caso.

John Yeboah entrou aos 36 minutos do segundo tempo na partida contra o Dortmund e, com seus 18 anos e 133 dias completados, se tornou o 5º jogador mais jovem da história do Wolfsburg a atuar na Bundesliga. Seria ele o mais novo astro da família Yeboah?

“Eu não o conheço”, disse Anthony Yeboah, ex-atacante do Eintracht Frankfurt (1990 – 1995) e do Hamburgo (1997-2002).  “Em Gana, o nome Yeboah é como Müller na Alemanha. Mas desejo toda sorte do mundo a ele.” O estranho dessa história é que John, até a sua recente estréia no Campeonato Alemão, tinha uma ideia diferente a respeito.

anthony yeboah “Até pouco tempo atrás, eu achava que Anthony Yeboah era alguém conhecido da família, um  amigo do meu falecido pai e que nos visitava com bastante frequência”, afirmou John – ele que não podia falar com a mídia até a partida com o Dortmund, mas agora está liberado para conceder entrevistas. Agora o jovem não pensa mais no assunto, mesmo porque nunca teve contato com Anthony Yeboah.

Quando John surgiu no time principal do Wolfsburg, o tema começou a tomar uma grande proporção. “Com minha estreia na Bundesliga no último sábado, a mídia se interessou por causa do mesmo sobrenome e resolveu questionar, e aí eu perguntei para a minha mãe. E ela me disse que Anthony Yeboah e eu não temos nenhuma relação familiar”, afirmou o jogador de 18 anos de idade.

John segue no Wolfsburg: sua permanência entre os profissionais faz parte dos planos do clube. “A ideia não é fazê-lo voltar para as categorias de baixo”, disse o Diretor Jörg Schmadtke. E o técnico Bruno Labbadia também acredita no seu potencial.

De kicker.de

Tradução: Rodrigo Wenzel

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *