Jupp Heynckes: “Não dou a mínima para a maldição espanhola”

Para o Bayern Munique começa nesta semana a fase decisiva da temporada. No jogo de ida nesta terça-feira, pelas quartas de final da Champions League, os bávaros viajam à Espanha para enfrentar o Sevilla a partir das 15.45 (pelo horário de Brasília)

Desde 2013, quando conquistou o último título da Champions, o Bayern sempre acabou fracassando na hora de enfrentar clubes espanhóis. Mas, para Jupp Heynckes, esta “maldição” que já dura quatro anos, não tem a menor importância: “Estes últimos quatro anos não são relevantes para mim. O Bayern tem agora uma outra equipe e uma outra comissão técnica. Estamos nos preparando da melhor forma possível como sempre costumamos fazer” declarou Jupp um dia antes do confronto.

O torcedor bávaro, porém, está com a pulga atrás da orelha. Afinal, na hora do mata-mata da Champions, nas últimas quatro temporadas o Bayern foi eliminado pelo Real Madrid em 13/14 e 16/17, além de Barcelona (14/15) e Atlético Madrid (15/16).

Arturo Vidal poderá voltar ao time titular e Martinez chamou a atenção dos seus colegas: “Não será um adversário fácil. Todo cuidado é pouco.”

Compartilhe

    One thought on “Jupp Heynckes: “Não dou a mínima para a maldição espanhola”

    1. Com o Heynckes foi uma semi nos penalty em cima do real e uma semi de 7×0 em cima do barcelona, eles que tem o velhinho como maldição kkk

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *