Kroos abre a porta para as quartas de final

Há exatamente um ano, no dia 19 de fevereiro de 2013, o Bayern Munique jogou contra o Arsenal pelas oitavas de final da Champions League daquela temporada e ganhou por 3 a 1. Exatamente um ano e alguns títulos mais tarde, os bávaros novamente enfrentaram os comandados de Arsène Wenger e também desta vez foi obtida uma vitória por dois gols de diferença.

foto toni kroos 2Com gols de Toni Kroos (foto) e Thomas Müller, respectivamente aos 9 e 43 minutos do segundo tempo, o Bayern Munique está numa ótima posição para o jogo de volta daqui a três semanas (11 de março) na Allianz Arena. Mas o jogo não começou fácil. Nos primeiros minutos da partida os Gunners exerceram forte pressão sobre a meta defendida por Neuer e por pouco não abriram o placar.

Tiveram a chance para tanto aos 9 minutos do primeiro tempo quando Özil foi ao chão dentro da grande área e o árbitro Nicola Rizzoli marcou pênalti que o próprio Özil cobrou e desperdiçou: Neuer fez uma grande defesa e evitou que o Arsenal obtivesse a vantagem no placar. Aos poucos o Bayern foi dominando o jogo e aos 37 minutos Kroos serviu a Robben encobrindo toda defesa londrina. O goleiro Szczesny chegou tarde na bola, cometeu pênalti e ainda foi expulso porque a jogada configurava uma clara chance de gol. Alaba foi para a cobrança e a exemplo de Özil, também desperdiçou: a bola bateu na trave e foi para fora.

Com um homem a mais, o Bayern definitivamente assumia o controle da partida. E logo no começo da segunda etapa, aos nove minutos de jogo, Kroos mandou uma bola cheia de efeito da entrada da grande área, sem possibilidade de defesa para o goleiro Lukasz Fabianski que entrou no lugar de Szczesny. A história se repetia: também, no ano passado na vitória por 3 a 1, Kroos havia marcado o primeiro gol.

Na fase final do confronto a superioridade do Bayern era incontestável. Houve momentos em que a posse de bola dos bávaros chegava a incríveis 90%. Os bávaros dominaram os ingleses à vontade e apenas esperavam por uma oportunidade para marcar o segundo gol que acabou chegando faltando apenas dois minutos para o encerramento da partida: Müller, livre de marcação, de cabeça decretou o placar final: 2 a 0.

Na outra partida desta quarta-feira, o Atletico Madrid venceu o Milan por 1 a 0, com gol de Diego Costa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *