Leipzig vence Leverkusen de virada com golaço de brasileiro

matheus cunha1Em uma rodada que o clássico entre líder e vice-líder do Campeonato Alemão reúne toda a atenção do fim de semana, o terceiro colocado Leipzig aproveitou para fazer um ótimo jogo fora de casa e vencer por 4 a 2 o Leverkusen. Com dois gols de Havartz para os anfitriões e Sabitzer, Werner, Forsberg e o brasileiro Matheus Cunha (foto) marcando para o visitante.

A vitória leva o Leipzig a dez jogos de invencibilidade e a 55 pontos.  Em caso de derrota do Bayern ainda neste sábado, a diferença entre segundo e terceiro lugar fica em seis pontos, sendo que os dois times ainda se enfrentam no campeonato, na casa do Leipzig. Já o Leverkusen estaciona na oitava posição, com 42 pontos.

O jogo começou já agitado e com os donos da casa buscando chegar à intermediária adversária. Com apenas 10 minutos, o Bayer apareceu na área do RB e, quando Volland parecia que levaria perigo ao gol de Gulácsi, o zagueiro Orban não permitiu que o camisa 31 limpasse a jogada e cometeu falta dentro da área. Na cobrança do pênalti, Havartz bateu bem e deslocou o goleiro para abrir o placar.

Com uma alta intensidade, o jogo ferveu ainda mais com o gol e o Leipzig procurou o empate de imediato. Os visitante precisaram apenas de seis minutos para igualar o marcador em cobrança de falta na frente da área. Sabitzer mandou por cima da barreira sem chance nenhuma para o goleiro Hradecky, que só acompanhou com o olhar a bola entrar no fundo da rede.

por espn.com.br / gazeta press

Mas ao invés de embalar o RB, o gol fez o Bayer ir atrás da vantagem mais uma vez. E depois de cinco minutos, os donos da casa ficaram na frente com um golaço de Havartz. Depois de mais uma bola parada, desta vez um escanteio, a bola sobrou para o camisa 29, depois de duas cabeçadas, que mandou de voleio um lindo chute com curva que bateu caprichosamente na trave antes de entrar.

O jogo seguiu com boas chegadas, principalmente para o Bayer, que desperdiçou algumas chances de ampliar o marcador. O Leipzig chegava menos, mas não deixava de tentar o gol. No segundo tempo, logo aos cinco minutos, o Leverkusen fez o terceiro, mas com a ajuda do VAR, o gol foi anulado por impedimento.

Poucos minutos depois, mais uma vez o VAR foi decisivo no jogo, com a marcação de um pênalti após a bola bater na mão do zagueiro do Bayer e o RB teve um pênalti para virar o jogo. Forsberg bateu e venceu o goleiro, fazendo 3 a 2. Para fechar a conta, ainda deu tempo para Matheus Cunha fazer um golaço, limpando dois zagueiros e mandando por cima do goleiro, sem dó.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *