Mario Gomez dá adeus à seleção alemã, mas deixa uma portinha aberta

Aos 33 anos, Mario Gomez encerra sua carreira na seleção alemã. Chegou a hora de “abrir espaço para os mais jovens”, declarou.  Contudo, o atacante, por via das dúvidas, deixou uma porta aberta.

gomez aposentaPelo menos por enquanto, Mario Gomez não joga mais na seleção alemã. O atacante do Stuttgart anunciou sua aposentadoria da Mannschaft. O jogador fez o anúncio na sua página do Facebook. “Meu tempo na seleção nem sempre foi fácil, bem sucedido ou espetacular do ponto de vista esportivo”, escreveu Gomez.

Em seu comunicado, ele lança um olhar sobre seus tempos na seleção e fala de “uma imensa gratidão”. E continua: “Chegou a hora de abrir espaço e dar chance aos jovens talentos de realizarem seus sonhos.”

Ao mesmo tempo, Gomez deixa aberta a possibilidade de uma pausa na aposentadoria: “Caso o técnico, daqui a dois anos e por razões improváveis, precisar de mim para a Eurocopa, e eu sentir que estou em boas condições para ajudar, aí eu fico à disposição”.

Gomez disputou 78 jogos com a camisa da Alemanha, tendo marcado 31 gols. Após a eliminação na fase de grupos do Mundial na Rússia, Gomez é o segundo jogador que decide se aposentar da Mannschaft.  Anteriormente, Mesut Özil havia comunicado que não iria mais defender a seleção.

Gomez deixou a entender que resolveu dar um tempo. Agora, “que as coisas estão um pouco mais calmas, chegou a hora de se manifestar”. Em relação ao desempenho na Copa da Rússia, Gomez disse em seu comunicado que foi uma “eliminação lamentável”. Quanto as acusações de racismo de Özil em relação a Federação Alemã de Futebol (DFB) e ao Presidente Reinhard Grindel, o atacante preferiu não se manifestar.

Não obstante, Gomez está convencido de que a Mannschaft irá retomar rapidamente o caminho das vitórias: “Pode não parecer para muitos torcedores, mas esse time em breve ainda vai nos dar muitas alegrias”.

Gomez participou de duas Copas do Mundo (2010 e 2018) e três Eurocopas (2008, 2012 e 2016). Sua melhor campanha foi o vice-campeonato na Euro 2008, realizada na Áustria e Suíça, quando a Alemanha foi derrotada pela Espanha na final por 1 a 0. Na conquista da Copa do Mundo de 2014, Gomez não fazia parte do elenco.

 

Fonte: www.spiegel.de

Tradução: Rodrigo Wenzel

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *