Monaco bate Dortmund e fica perto da semifinal

MpbappeO Monaco foi até Dortmund e deu um grande passo rumo à semifinal da Uefa Champions League. A equipe bateu o Borussia por 3 a 2 em pleno Signal Iduna Park, nesta quarta-feira, pela ida das quartas de final.

Kylian Mbappé, impedido, e Sven Bender, contra, deixaram os visitantes à frente no primeiro tempo. Dembélé até descontou para os alemães na etapa final, mas Mbappé fez mais um e se confirmou como destaque da partida. Kagawa ainda marcaria nos minutos finais, mas não impediu o revés dos donos da casa.

O jogo desta quarta estava inicialmente marcado para terça, mas foi adiado depois que três bombas explodiram perto do ônibus do Dortmund, quando este deixava o hotel a caminho do estádio.

O ataque deixou ferido o zagueiro Marc Bartra, que sofreu uma fratura no pulso e ficou com estilhaços fincados em seu braço e precisou ser operado. Titular no time do técnico Thomas Tuchel, ele foi substituído por Sven Bender, justamente o autor do gol contra.

Com o resultado, o Monaco pode empatar ou até perder por 1 a 0 que irá se garantir na semifinal da Champions pela quarta vez em sua história. Antes, alcançou o estágio em 1994, 1998 e 2004, ocasião em que foi vice-campeão.

GETTY

'Boa recuperação, Marc (Bartra)', desejam os torcedores do Dortmund em faixa
‘Boa recuperação, Marc (Bartra)’, desejam os torcedores do Dortmund

O placar ainda representou a primeira derrota da equipe alemã em seu estádio desde que levou 2 a 0 do Bayern de Munique pela Supercopa da Alemanha em 14 de agosto de 2016. Eram 20 jogos sem perder (14 triunfos e seis empates).

O confronto de volta ocorrerá na próxima quarta-feira no Stade Louis II, às 15h45 (de Brasília). Antes disso, as duas equipes irão a campo no sábado por seus respectivos campeonatos nacionais. O Dortmund receberá o Eintracht Frankfurt, às 10h30 (de Brasília), enquanto o Monaco, também em casa, enfrentará o Dijon, às 16h.

GETTY

Fabinho cobrou pênalti para fora
Fabinho cobrou pênalti para fora
Defesa fortalecida. Ou não

Depois de ter sido goleado por 4 a 1 para o Bayern, Thomas Tuchel forteleceu sua defesa diante do Monaco, mas isso não impediu que o Dortmund cometesse falhas no setor. Em meio a um jogo com poucos lances de perigo, o Monaco assustou em quase todas as ocasiões que criou.

GETTY

Jogadores do Monaco comemoram durante jogo contra o Dortmund
Jogadores do Monaco comemoram durante jogo contra o Dortmund

Primeiramente, os visitantes tiveram um pênalti quando Sokratis puxou Mbappé na área. Fabinho foi para a cobrança e mandou para fora, aos 17min. Os franceses, porém, nem tiveram muito tempo para lamentar, já que sairiam na frente dois minutos depois. Em contra-ataque rápido ligado por Bernardo Silva, Lemar cruzou para Mbappé, que, impedido, desviou sem querer para o fundo da rede. Aos 35min, o Monaco ampliou a vantagem. Raggi levantou da esquerda, e Bender desviou de cabeça contra a própria meta.

Enquanto isso, os mandantes quase não incomodaram o adversário no primeiro tempo. Na melhor chance, Kagawa aproveitou boa jogada individual de Ginter na direita e finalizou perto do alvo.

GETTY

Jogadores do Monaco comemoram gol contra marcado por Bender
Jogadores do Monaco comemoram gol contra marcado por Bender
Dortmund reage, mas defesa entrega de novo

Na volta para a etapa final, Tuchel mexeu e colocou o volante Sahin e o meia Pulisic nas vagas do volante Bender (atuou improvisado na zaga) e do lateral esquerdo Schmelzer. O que mudou também foi a postura dos donos da casa, que partiram para cima e diminuíram aos 12min. Após levantamento de Guerreiro, Aubameyang desviou do jeito que deu, Kagawa tocou na saída de Subasic e Dembélé completou para o gol livre.

O cenário seguiu parecido até o fim do jogo, e os aurinegros flertaram com o empate. Porém, sofreram novamente com um erro defensivo. Aos 34min, Mbappé aproveitou passe ruim de Piszczek, partiu sozinho de frente para o gol e só tirou de Bürki.

O time aurinegro ainda manteria o espírito de reação, e, aos 39min, Kagawa fez bela jogada individual na área para marcar o segundo do Dortmund. Porém, o Dortmund não conseguiria impedir o revés diante de sua torcida.

por espn.com.br

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *