Real Madrid em busca do sucessor de Zidane – Pochettino, Wenger, Klopp ou Löw?

zidaneO Real Madrid escreveu um novo capítulo na história ao vencer três finais consecutivas da Champions League. Porém, o ambiente no clube após o triunfo por 3 a 1 sobre o Liverpool já não é de tanta festa, uma vez que Zinedine Zidane renunciou ao cargo de técnico.  Com sua saída, os “merengues” agora precisam preencher um vazio. E a pergunta que não quer calar é: quem vai suceder o francês? Pochettino, Klopp, Wenger ou Löw?

“Crise”, Desastre” ou “Tragédia”. Essas foram as palavras usadas pela imprensa da Espanha horas após o repentino anúncio da saída de Zinedine Zidane do Real Madrid. O atual campeão europeu não terá sossego nas férias do meio do ano.

Nos dois anos e meio da gestão Zidane, o Real Madrid conquistou três títulos consecutivos da Champions League, um título do Campeonato Espanhol; um da Copa do Rei; um da Supercopa da Espanha; e dois do Mundial de Clubes e da Supercopa da UEFA. Com o anúncio, o clube ficou em uma situação delicada. Quem irá suceder o carismático e vitorioso técnico francês? A verdade é que Zidane era adorado pela equipe, como mostra bem a manifestação de Cristiano Ronaldo nas redes sociais: “Tenho muito orgulho poder ter sido o seu jogador. Muito obrigado por tudo!”

Agora a equipe de Toni Kroos se vê forçada a um novo começo e tomar um novo rumo. Florentino Perez, presidente do clube, estava visivelmente abatido durante a coletiva de imprensa na última quinta-feira e evitou responder perguntas sobre o sucessor de Zidane. Nos últimos dias, Perez teve que administrar rumores sobre a saída de Cristiano Ronaldo e Gareth Bale – e agora terá a complicada missão de encontrar um novo técnico para o Real. Circulam relatos na imprensa de que tentativas de um acordo com Zidane fracassaram.

Löw rechaça a ideia, e Pochettino se mostra enigmático 

kloppPara a torcida do Real, o novo técnico deveria ser Jürgen Klopp. O jornal esportivo “AS” fez uma enquete para saber quem deveria ser o novo técnico, e o resultado foi o seguinte: o ex-treinador do Borussia Dortmund e atual técnico do Liverpool recebeu 40% dos votos, seguido por Mauricio Pochettino, do Tottenham, com 35%. Joachim Löw aparece em 3º lugar, com 15%; e Arsene Wenger, com 9%. Guti Hernandez, treinador do time juvenil e ex-jogador do clube merengue, também foi levado em consideração.

pochettinoAlguns dos envolvidos na enquete do jornal já se manifestaram. “Estou muito feliz no Tottenham”, disse o Pochettino nesta sexta-feira, em Barcelona. O técnico argentino, responsável por estabelecer o Tottenham entre os ponteiros da Premier League, se mostrou enigmático ao dizer: “Vivo o momento, não há nada mais importante. Curto o agora. O que tiver que acontecer, acontecerá.”

 

wengerO nome de Wenger, que terminou recentemente uma era no Arsenal, também veio à tona. Entre os quatro nomes cogitados, o francês de 68 anos é o único que não está vinculado a nenhum clube. Contudo, Pochettino, com quem supostamente o presidente do Real já conversou pelo telefone, estendeu seu contrato com o Spurs até o final de maio de 2023 – especulações sobre uma “Cláusula Real Madrid” foram rejeitadas pelo técnico.

löw3Um acordo com Joachim Löw está fora de cogitação. Nesta sexta, no Centro de Treinamento da seleção alemã em Appiano, na Itália, Löw negou veementemente a hipótese de assumir o Real: “Rechaço essa hipótese”. O treinador tem contrato com a Federação Alemão de Futebol (DFB) até 2022. Porém, ele está certo de que “o Real vai encontrar um bom substituto”. Oliver Bierhoff, Manager da DFB, reza pela mesma cartilha de Löw: “Estou curioso para ver quem o Real vai escolher como técnico.” E Bierhoff ainda tira sarro: “Ainda bem que a Federação Alemã de Futebol acabou de estender o contrato com Joachin Löw”.

Qual caminho Zidane irá tomar?

O que Zidane vai fazer agora é incerto. O campeão mundial e europeu pela França (1998 e 2000) sempre será levado em consideração nos próximos anos toda vez que a vaga de técnico de um clube grande da Europa ficar vaga. Na França, especula-se que Zidane, após tirar um ano sabático, vai assumir a seleção do país.

Na Copa do Mundo de 2018 Didier Deschamps será o técnico da França – ele que é ex-companheiro de seleção de Zidane. “Não sei qual decisão ele vai tomar”, falou Deschamps, referindo-se a Zidane.  “Acho que ele quer passar um tempo com a família. Depois ele volta a trabalhar como técnico. Quando isso vai acontecer? Não sei dizer. Vai acontecer quando tiver que acontecer”.

 

De kicker.de

Tradução: Rodrigo Wenzel

https://br.linkedin.com/in/rodrigowenzel

Revisão: Gerd Wenzel

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *